/noticia/e-o-resultado-desse-trabalho-coletivo-dessa-juncao-de-esforcos-que-nos-torna-cada-vez-mais-fortes-diz-balsini
  • Início
  • Notícias
  • “É o resultado desse trabalho coletivo, dessa junção de esforços, que nos torna cada vez mais fortes...

Acompanhe nossas notícias

« Voltar à listagem de notícias
  • 01/10/2018 “É o resultado desse trabalho coletivo, dessa junção de esforços, que nos torna cada vez mais fortes”, diz Balsini

    Quem vê o diretor-presidente da Betha Sistemas hoje, Guilherme Balsini, não imagina o quanto ele trabalhou até assumir o posto. Integrante do Conselho Consultivo, Guilherme é o colaborador mais antigo da organização. Começou a trajetória profissional como office boy na empresa aos 14 anos, quando Cláudio Balsini e César Smielevski decidiram investir em um ramo ainda pouco explorado na região de Criciúma: o de informática. “Fui eu quem me ofereci para trabalhar. Queria ter contato com a tecnologia, pois era apaixonado pela área já naquela época. Meu sonho era desenvolver um sistema, ser reconhecido pelo trabalho, surpreender os clientes com melhorias”, diz ele, ao lembrar que “eu não possuía computador nem livros, e quando algum programador estava disponível na empresa eu tirava as minhas dúvidas. Como perceberam esse esforço, passaram a me atribuir algumas tarefas simples na área de programação, que eu fazia primeiro no papel e concluía quando sobrava algum terminal”.


    De pouco em pouco Guilherme foi aprendendo e mostrando-se um autodidata na área da computação. Mudou-se para a Itália no início da década de 90, onde permaneceu por 1 ano adquirindo ainda mais conhecimento. Ao voltar para o Brasil, tornou-se responsável pelo sistema tributário da Betha. Na época, era programador e técnico de campo, e ao mesmo tempo em que pensava nas melhorias do produto, também o implantava nas prefeituras. “Como o software não era flexível, eu precisava pegar o Fusquinha da empresa e ir de cliente em cliente fazer tudo o que era preciso. Foi aí que comecei a pensar na flexibilização. Era preciso desenvolver uma maneira de implantar sem a presença do programador. Lembro que eu ia para a faculdade e essa era a única coisa em que eu conseguia me concentrar. Tanto tentei que, meses depois, consegui fazer”, destaca.


    Da mesma forma, outras conquistas foram importantes na sua carreira profissional, como a conversão do sistema de Contabilidade do DOS para o Windows, por exemplo – carro-chefe da empresa até hoje. E o que não faltaram durante esse período foram críticas. “As pessoas diziam: tu vais quebrar a empresa! Isso não vai dar certo! És louco em tentar fazer isso! Mas eu não desistia. Pelo contrário, quando eu acreditava, eu insistia, marcava reuniões, apresentava as propostas, vendia a ideia. E assim fui contribuindo para o crescimento da organização, levando cada vez mais diferenciais competitivos ao mercado”, diz.


    Em 1996, passou a gerenciar Desenvolvimento, cargo que ocupou até 2005, quando assumiu a presidência da Betha. Desde então, os olhos que antes voltavam-se exclusivamente ao departamento passaram a prestar atenção em todas as áreas. Comercial, suporte, administrativo, financeiro… com a personalidade inovadora e sempre em busca do novo, Guilherme imprimiu este espírito em toda empresa, fazendo-a crescer, desde então, uma média de 18% ao ano.


    O segredo? Ele diz que é nunca desistir. Trabalhar, se dedicar e dar o seu melhor. “O meu caminho na Betha não foi fácil. Pelo contrário. Teve muito suor, vontade e dedicação. Teve muito livro de programação escrito em outros idiomas e sendo traduzido palavra por palavra. Teve trabalho duro na Itália, pra eu conseguir me manter e aprender mais lá. Vendi quadros de porta em porta, entreguei panfletos, trabalhei em bar e em hotéis. Tive que acreditar em mim e trabalhar duro para vender a ideia que defendia. Mas vejo que tudo isso valeu a pena. Eu ajudei a construir a marca Betha”, pontua.


    Hoje, no aniversário de 33 anos da empresa, Guilherme sente-se orgulhoso ao olhar para trás e, mesmo passando por tantas dificuldades, ter chego à presidência da líder nacional no desenvolvimento de software para gestão pública, empregando mais de 550 colaboradores diretos e outros 450 indiretos. “É uma responsabilidade muito grande, pois além de trabalhar por melhorias nos produtos, também é fundamental pensar nos colaboradores, estimulando-os a sempre estarem felizes e com o propósito de mudar os conceitos da área pública”, diz, ao completar: “na Betha incentivamos equilíbrio entre a vida pessoal e profissional. E é o resultado dessa junção de esforços, desse trabalho coletivo, que nos torna cada vez mais fortes”.


Compartilhe essa notícia
Notícias relacionadas
  • 08/12/2015
    Betha realiza campanha Natal para Todos

    Realizar desejos e proporcionar um Natal mais feliz, este é o objetivo do Natal para Todos, campanha realizada pela Betha Sistemas. Os colaboradores são convidados a levar alegria em forma de presentes e, através da solidariedade, contribuir para ...

  • 10/11/2016
    Contabilidade pública reúne centenas de profissionais durante Acopesp

    Cerca de 300 profissionais de contabilidade pública estão reunidos, até a tarde desta quinta-feira, 10 de novembro, no 37º Congresso de Técnicos Contabilistas e Orçamentistas Públicos (Acopesp), realizado em Serra Negra, São Paulo. Durante o evento, ...

Acompanhe nossas Redes Sociais
Instagram Instagram
x Normas e Procedimentos

INFORMAÇÕES

A sua inscrição estará finalizada somente após o recebimento do e-mail de confirmação, enviado pela Universidade Corporativa. A Universidade Corporativa reserva-se o direito de cancelar o treinamento se a quantidade mínima de inscrição não for atingida. Para solicitar qualquer informação sobre nossos treinamentos, acesse a página de contato ou ligue: (48) 3431-0733 Rama: 4792

FORMAS DE PAGAMENTO

Normas Financeiras:
1 a 2 inscrições por instituição: pagamento integral;
3 inscrições por instituição: 15% de desconto;
4 ou mais inscrições por instituição: 20% de desconto.

Através de Sose:
A SOSE será enviada ao participante por e-mail e deverá ser reenviada (digitalizada) assinada pelo responsável do setor junto aos dados de Empenho (se necessário), antes da realização do treinamento. O faturamento será efetuado posteriormente, em nome da instituição participante.

Através de Boleto (PF):
No caso de faturamento para pessoa física, é enviado por e-mail ao participante, o boleto para pagamento. Este deverá ser quitado antes da realização do treinamento e reenviado (digitalizado). Após o pagamento do mesmo, é enviada a nota fiscal.

Observações:
Das pessoas que se inscreverem e não comparecerem ao treinamento será cobrado uma multa de 30% do valor de cada inscrição, em fatura.
Não será reembolsado o valor pago na inscrição a clientes que não comparecerem ao treinamento sem aviso prévio.

x