/noticia/crescimento-da-economia-deve-ser-retomado-em-2017

Acompanhe nossas notícias

« Voltar à listagem de notícias
  • 09/03/2017 Crescimento da economia deve ser retomado em 2017

    Dois mil e dezessete tem tudo para ser o ano da retomada. Da retomada da economia, do crescimento, do poder aquisitivo da população brasileira. Especialistas preveem para os próximos meses um aumento na geração de emprego e nos investimentos feitos pela indústria, que crescem paralelo à expectativa da população. “Os indicativos apontam que a economia vai voltar a engrenar. Ao que tudo indica, a taxa de juros também deve continuar caindo, podendo chegar a menos de 10% até o fim do ano”, explica o economista Thiago Rocha Fabris, que completa: “E isso é bom, porque assim os empresários investem mais e os juros bancários barateiam, facilitando a retirada de crédito para investimento”.


    No entanto, para que este crescimento seja viável, é necessário que o país passe por algumas reformas microeconômicas. Conforme Fabris, o ajuste fiscal é uma das mais importantes. “É preciso colocar as contas em dia. Além disso, precisa-se flexibilizar o mercado de trabalho, diminuindo o desemprego e aumentando o número de oportunidades. A reforma da Previdência e uma reforma tributária também são indispensáveis neste momento”, acrescenta o economista.


    Caso estas medidas sejam tomadas ainda em 2017, a expectativa é de que o crescimento da economia brasileira gire na casa dos 0,5% no ano. Em 2018, ele pode chegar até a 2,5%. Lembrando, de acordo com Fabris, que estes números têm como base os últimos anos. “Desde 2014 esta estatística vem se mantendo em queda, e estamos prestes a reverter o cenário. Sabemos que quando se trata de economia não é possível precisar muita coisa, já que tudo muda rápido demais. Mas se essas reformas se concretizarem, não tenho dúvidas que o crescimento será solidificado”, acrescenta.


    Para o diretor Comercial da Betha, Anderson Felício, este é o momento de unir as forças do setor público e privado, indústria e comércio, para fortalecer a economia e mudar o panorama. “Durante a crise, muitas empresas ou órgãos públicos olharam para dentro, ajustaram seus processos e suas estratégias sem realizar novos ou grandes investimentos. Mas agora é hora de retomarem os projetos que estavam na gaveta e os investimentos para aproveitarem e contribuírem com o crescimento das nossas cidades e Estados”, completa.

Compartilhe essa notícia
Notícias relacionadas
  • 10/07/2017
    Márcio Schultz é atração secreta do Disruptura 2017

    Com o auditório lotado por colaboradores e acompanhantes, a Associação Empresarial de Criciúma (Acic) recebeu no sábado, dia 8 de julho, a segunda edição do Disruptura, programa que tem o objetivo de levar conhecimento de diferentes áreas aos partici...

  • 28/06/2016
    Betha Sistemas abre 20 vagas para o setor de tecnologia

    Enquanto o desemprego aumenta por conta da crise, a Betha Sistemas, de Criciúma, abre as portas para 20 novos colaboradores. As vagas são, em sua maioria, para as unidades de Criciúma, tendo também a possibilidade de se cadastrar para trabalhar na...

Acompanhe nossas Redes Sociais
Instagram Instagram
x Normas e Procedimentos

INFORMAÇÕES

A sua inscrição estará finalizada somente após o recebimento do e-mail de confirmação, enviado pela Universidade Corporativa. A Universidade Corporativa reserva-se o direito de cancelar o treinamento se a quantidade mínima de inscrição não for atingida. Para solicitar qualquer informação sobre nossos treinamentos, acesse a página de contato ou ligue: (48) 3431-0733 Rama: 4792

FORMAS DE PAGAMENTO

Normas Financeiras:
1 a 2 inscrições por instituição: pagamento integral;
3 inscrições por instituição: 15% de desconto;
4 ou mais inscrições por instituição: 20% de desconto.

Através de Sose:
A SOSE será enviada ao participante por e-mail e deverá ser reenviada (digitalizada) assinada pelo responsável do setor junto aos dados de Empenho (se necessário), antes da realização do treinamento. O faturamento será efetuado posteriormente, em nome da instituição participante.

Através de Boleto (PF):
No caso de faturamento para pessoa física, é enviado por e-mail ao participante, o boleto para pagamento. Este deverá ser quitado antes da realização do treinamento e reenviado (digitalizado). Após o pagamento do mesmo, é enviada a nota fiscal.

Observações:
Das pessoas que se inscreverem e não comparecerem ao treinamento será cobrado uma multa de 30% do valor de cada inscrição, em fatura.
Não será reembolsado o valor pago na inscrição a clientes que não comparecerem ao treinamento sem aviso prévio.

x